Notícias de Última Hora
Home / Musicais / Renata Borges conta as novidades das próximas produções da Touché Entretenimento

Renata Borges conta as novidades das próximas produções da Touché Entretenimento

Conversamos com a produtora Renata Borges Pimenta da Touché Entretenimento, que trouxe ao Brasil sucessos como “Cinderella O Musical da Broadway” e “Peter Pan O Musical da Broadway” – este que estreia dia 20 de junho no Rio de Janeiro -, sobre as novidades das próximas produções.

Foto: Leo Aversa

Neste final de semana já foi anunciado a produção de “Madagascar Uma Aventura Musical” que estreia dia 11 de outubro no Theatro Net SP. Mas ainda vamos conferir nos próximos anos os musicais “Carousel” , “American Idiot” , “First Date”, “Something Rotten” , “Emília e o Fantástico Sítio do Pica Pau Amarelo” , “O Natal do Charlie Brown” e o mais aguardado “Bob Esponja O Musical da Broadway”.

O que o público carioca pode esperar do musical Peter Pan que estreia agora dia 20 de junho na Cidade das Artes?

A montagem chega premiada, aclamada pelo público e pela crítica. A Cidade das Artes depois da entrada do André Marini, Bel Kutner e do Igor Soares, do marketing, está fidelizando um público bacana e sem dúvida uma das maiores estruturas técnicas de teatro que o Brasil possui. Estamos animados. Fizemos todos os esforços financeiros para realizar esta temporada. Estamos reinvestindo dinheiro para o projeto acontecer. Não captamos o projeto em sua totalidade.

Então você com esta afirmação vai contra as últimas declarações do governo de que toda montagem é auto suficiente ou que não precisa de um teto superior a 1 milhão para se realizar?

Essa afirmação do governo é equivocada. O espetáculo foi um sucesso de público e crítica em São Paulo, mas o faturamento não chega ao valor da metade do projeto. Então existe um abismo entre dizer as palavras “autorizado a captar”, “valor de fato captado”, “custos extras durante a temporada” e “ valor do lucro real”.  Com 1 milhão não conseguiria pagar meu cenário. Cenário premiado por sinal pelo Prêmio Bibi Ferreira. As contas não fecham nesse teto. Como afirmei antes peço ao governo depois de resolver as pautas mais emergenciais repensarem na liberdade do produtor de usar o teto total do cnpj de 10 milhões anuais da melhor forma que ele , produtor, decidir. Seja em um projeto de 10 milhões por ano. Ou 20 projetos de 500 mil por ano. Um grande musical consegue trabalhar com o teto de 10 milhões. Não é preciso mais. Pois dai as outras leis de fomento complementam. E também porque poucos captam 10 milhões por projeto. Ou seja seria um teto justo. E atenderia a todas as demandas. Mesmo que não mude agora. Mesmo que leve dois ou três anos (risos) o governo precisa repensar o nosso setor para não aumentar o número de desempregos no país! 

Madagascar chega com nomes no criativo que fogem do mercado. O que te motivou inclusive a participar assinando o cenário desta produção?

As pessoas claro conhecem mais o Marllos Silva como criador do Prêmio Bibi Ferreira. Marllos é muito mais do que isso. Um dos caras mais organizados que conheço. Um estudioso. Já havia acompanhado o trabalho como diretor residente em Cinderella. Acho que chegou uma oportunidade para ele. E ele agarrou com comprometimento e profissionalismo.
Acho que cabe a mim como produtora dar oportunidade e enxergar potencial nas pessoas. Sobre assinar o cenário, pelas ideias que tive resolvi assinar. Pela paixão que tenho pelo que faço. Sim será um super desafio. Mas estou preparada. E nunca me importei com a opinião dos outros. Como sou bem crítica comigo mesma, não vou permitir uma entrega meia bomba. Quero brigar por prêmios. Quero que o público possa ver e interagir. Da um frio na barriga. Isso é bom! Saio da minha zona de conforto.

Os atores de Madagascar foram escolhidos e não abriram audição. Porque?

Conversei com o Marllos Silva, diretor do espetáculo, e com o Romulo Sales, diretor de produção, e como conhecíamos as personagens mais do que qualquer outra pessoa decidimos escolher e valorizar esses atores incríveis! E foi a melhor decisão que tomamos. É um elenco incrível. A gente dá tanta risada que vai ser difícil entrar em cena. Estou orgulhosa do time que montamos. Quero todos para minha vida.

Você anunciou que fará seu primeiro musical nacional: O sitio do Pica pau Amarelo. Será essa produção nacional somente?

Não a Touché está crescendo e terá não só produções nacionais como também começou a investir em teatro de prosa.
Farei ao lado do Leandro Luna a co- produção do Príncipe e o Pobre. Farei Sitio do Pica Pau Amarelo ao lado do Gustavo Reis (autor) e produzirei O pacto com Leandro Luna no Rio. 
Quero Leandro e Gustavo para a minha vida. Novas parcerias serão anunciadas no seu devido tempo. Agora o Príncipe e o Pobre e o Sitio do Pica Pau Amarelo serão produções espetaculares. Estou muito feliz! 

Como estão as próximas produções da Touche Entretenimento? American Idiot, Carousel, Sítio do Pica Pau Amarelo?

American Idiot que realizarei ao lado de Mauro Mendonça Filho está programado estreia para Março de 2020. Carousel com Moeller&Botelho segundo semestre de 2020. Sítio do Pica Pau Amarelo o autor Gustavo Reis esta debruçado na criação do texto. Tudo está caminhando.

E o Bob Esponja? Para quando os fãs podem esperar? 

Bob Esponja para 2021. Estamos elaborando todo um criativo. Os protagonistas serão convidados e passarão por um treinamento com muita antecipação.

Além do Mateus Ribeiro outro ator você poderia nos adiantar?

Mateus não está mais confirmado. Tudo pode acontecer até lá.
As vagas estão todas em aberto, e sendo estudadas e será anunciada junto à Nickelodeon Brasil. Os detalhes não posso revelar por agora. 

A Touche Entretenimento está capacitando pessoas para o mercado nesta temporada de Peter Pan Rio. Esse programa irá continuar?

Sim. Em todas as nossas produções. Estou com esse olhar social para o mercado e me posicionando enquanto produtora em relação ao que posso dar de retorno ainda mais para a sociedade.

Sobre ArteView

Avatar

Veja Também

Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa comemoram 10 anos com o musical ‘PALAVRA DE MULHER’ de volta a SP

As cantoras Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa estreiam PALAVRA DE MULHER, espetáculo com dez …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.