Notícias de Última Hora
Home / Shows / Programação LGBTQ+ na Casa Natura Musical – Lia Clark e Kiki Ball Afrodiaspórica

Programação LGBTQ+ na Casa Natura Musical – Lia Clark e Kiki Ball Afrodiaspórica

A drag queen santista Lia Clark faz lançamento do álbum Live in Rio dia 14 de novembro, quinta-feira, 22h, na Casa Natura Musical. Reconhecida como uma das maiores representantes da cena musical LGBTQ+, a artista apresenta sucessos dos álbuns É da Pista (2018) e do EP Clark Boom (2016). Com músicas dançantes, sensuais e de som chiclete, Lia faz uma mistura bem humorada de funk com pop. No show, ela recebe a Mulher Pepita, uma das primeiras funkeiras transexuais do Brasil, e a drag queen Kaya Conky para participação especial. A abertura da noite terá apresentação da drag queen goianense Kika Boom.

No repertório, Lia apresenta ao público músicas como Bumbum No Ar e Terremoto, seu single mais recente que conta com participação da cantora Gloria Groove. A artista ganhou notoriedade após o lançamento do seu primeiro single, Trava Trava, em 2016, que rapidamente se tornou um hit, dominando as pistas de dança.

O segundo grande sucesso foi Chifrudo, com participação da Mulher Pepita, que se consagrou como um hino de Carnaval LGBTQ+. Além dessas, também destacam-se TOME CUrtindo (Brabo Remix), com Pabllo Vittar e a polêmica Boquetáxi.

Sendo uma das primeiras drags a se lançar no funk, Lia foi considerada pioneira do fenômeno das cantoras drags do Brasil, iniciado pelo sucesso estrondoso de Pabllo Vittar. Seu álbum ao vivo, que será disponibilizado em breve nas plataformas digitais, simboliza a realização de um sonho antigo da cantora, ganhando forma e energia contagiante, finalizando essa era com chave de ouro. 

Mulher Pepita
Priscila Nogueira, mais conhecida como Pepita, é uma cantora, compositora e dançarina brasileira: uma das primeiras funkeiras transexuais do Brasil. Ativista LGBTI+, Pepita reconhece no microfone – instrumento de seu trabalho – uma ferramenta de resistência e luta pela sua bandeira como travesti.

Kaya Conky
Igor Ferreira, mais conhecido como Kaya Conky (Natal, 6 de setembro de 1995), é um cantor, compositor e drag queen brasileiro. Obteve notoriedade em novembro de 2016, após o lançamento da canção autoral E Aí Bebê. A artista faz parte da primeira safra de drag queens da música brasileira, ao lado de Pabllo Vittar, Lia Clark, Aretuza Lovi e Gloria Groove. Anteriormente era aluna de Turismo na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mas trancou o curso para dedicar-se à outras atividades.

Kika Boom
Drag goianiense, Kika Boom é cantora, compositora, co-produtora e já produziu para Pabllo Vittar, Lia Clark, Urias e Wanessa Camargo. Seu single em parceria com Danny Bond, Loka de Pinga, foi hit no carnaval 2019 e entrou, na época, nos virais do Spotify e no Top 50 das canções mais ouvidas do aplicativo.

Lia Clark part. Pepita e Kaya Conky – Lançamento do álbum Live in Rio
Dia 14 de novembro – Quinta-feira, 22h. Abertura da casa: 20h30
Ingressos: Pista Lote 1 – R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Pista Lote 2 – R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Pista Lote 3 – R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Pista Lote 4 – R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Classificação: 16 anos.
Duração: 90 minutos.
Capacidade: 710 pessoas.

Inspirada na cultura ballroom, festa Amem leva a
Kiki Ball Afrodiaspórica pra Casa Natura Musical
na semana da Consciência Negra

A festa Amem promove a Kiki Ball Afrodiaspórica na Casa Natura Musical dia 22 de novembro, sexta-feira, a partir das 21h. Com competições de voguing e outras categorias inspiradas na cultura ballroom nova-iorquina dos anos 1970, o evento terá ainda shows de Monna Brutal e Biel Lima, além de discotecagem da DJ Úrsula Zion.

Essa é a terceira edição especial Consciência Negra promovido pelo Coletivo Amem, que tem como objetivo reforçar através da dança Vogue e cultura Ballroom as contribuições de pessoas negras na sociedade em busca de criar visibilidades. O júri da Kiki Ball é composto por Onix Camélia, Bonnie Mutatis, Jessy Black Velvet, Zaila Candace e Marvena Ubuntú. Os comentários sobre a Kiki Ball ficam por conta de Ákira Avalanx e Félix Pimenta.

O Coletivo Amem promove um evento na Casa pela segunda vez. O primeiro foi o Pajuball – Corpos em Performance, que ocorreu em junho deste ano como uma programação paralela à Parada LGBTI+.

Comprometida com pautas que convidam o público a participar de reflexões e discussões sociais presentes no Brasil de hoje, em novembro, a Casa Natura Musical reforça sua programação com uma semana dedicada ao dia da Consciência Negra (20/11), data de reflexão sobre a luta e a resistência da população negra no país.

Além da Kiki Ball, passa também pelo espaço o show Um Sorriso Negro, da cantora Teresa Cristina, dia 23, sábado. Já na fachada da Casa, que está recebendo a mostra de arte digital Mídias Afetivas, as obras do Coletivo Coletores ganham um espaço especial, sendo exibidas no dia da Kiki Ball e também na semana da Consciência Negra em horário expandido. Com o objetivo de promover uma reflexão sobre o uso do espaço urbano, o coletivo é composto por artistas da Zona Leste de São Paulo que realizam as produções artísticas há mais de dez anos em comunidades, ocupações, escolas, universidades, assim como espaços institucionais voltados para arte e cultura.

Sobre a Kiki Ball

Ser uma pessoa negra e LGBTI+ é acumular vivencias distintas, mas igualmente opressoras: é conviver com a LGBTIfobia entre as pessoas negras e conviver com o racismo junto a pessoas LGBTI+.  Discutir essas vivências é essencial e, pensando nisso, o Coletivo Amem, desde sua criação, propõe ações sobre raça, classe e gênero durante o ano todo, e em novembro cria uma programação dedicada a Cultura Ballroom celebrando o Mês da Consciência Negra unindo musica, dança, moda e discussões sobre identidades plurais.

Cronograma
21h – Abertura
21h30 – Discotecagem Dj Ursula
22h30 – Show Biel Lima
23h – Show Monna Brutal
23h30 – Kiki Ball Afrodiaspórica
4h – Encerramento das categorias
4h30 – Encerramento da noite

Kiki Ball Afrodiaspórica
Dia 22 de novembro – Sexta-feira, a partir das  21h
Ingressos: Pista Lote 1 – R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Pista Lote 2 – R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Pista Lote 3 – R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Pista Lote 4 – R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Classificação: 18 anos.
Capacidade: 710 pessoas.

CASA NATURA MUSICAL
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo, tel: (011) 3031-4143
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Ingressos podem ser pagos com dinheiro, cartões de crédito e débito
Horário da bilheteria: de terça a sábado, das 12h às 20h. Segundas e domingos, quando houver show. Em dias de espetáculo, a bilheteria fecha mais tarde, até uma hora após o início da apresentação.
Venda de ingressos: www.casanaturamusical.com.br e www.sympla.com.br.

Sobre Padrão do site

Avatar

Veja Também

Roberta Miranda apresenta show inédito em São Paulo

No próximo dia 27, Roberta Miranda dá início ao novo projeto “My Life – Especial …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.