Notícias de Última Hora
Home / Teatro / O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só, no Espaço Parlapatões‏

O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só, no Espaço Parlapatões‏

circo

Heinz Limaverde é um ator atípico, em muitos sentidos. Nascido no Crato, cidade cearense na fronteira com Pernambuco, se projetou como grande ator na longínqua capital do Rio Grande do Sul. Podia ter optado pelo meio do caminho como São Paulo ou Rio de Janeiro, mas foi em Porto Alegre que construiu sua carreira, firmou-se como grande ator e emociona plateias.  O talento de Limaverde é múltiplo e extenso, sua experiência é vasta tanto no teatro, como na performance, cinema e TV, e seus personagens vão da mulher barbada, inspirada nos circos das feiras populares, até shows de drag, passando por Petruchio e Botton, dos textos de Shakespeare. A arte de Heinz Limaverde é reinventar esses universos todos e combiná-los com sua paixão pelo teatro, humor, música, cabarés e shows.

Em maio, a partir do dia 7, a cidade de São Paulo recebe pela primeira vez o espetáculo O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só” no Espaço Parlapatões (Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação, São Paulo – SP). Em cena, no palco que se transforma em picadeiro, Limaverde transita por vários tipos do imaginário circense – a mulher barbada, o mágico, a vedete, o cantor, o palhaço – além de expor sua própria persona. O texto foi escrito em parceria entre o ator e a diretora Patrícia Fagundes. A temporada, curta, vai até 25 de junho.

A Cia Rústica nasceu em 2004, em Porto Alegre/RS – Brasil, e de lá para cá viajou muito pelo Brasil. Só em 2013 e 2014, dentro do no projeto Palco Giratório, do Sesc Nacional, o grupo esteve em quase 20 cidades do país. O grupo, após mais de uma década de trajetória, reafirma seu objetivo de criar uma zona autônoma de trabalho entre artistas plurais. É um dos núcleos teatrais mais significativos da cidade de Porto Alegre, desenvolvendo um caminho de investigação consistente, projetos relevantes, espetáculos premiados e reconhecidos pelo público.

O espetáculo

O jogo com a teatralidade é um recurso importante da montagem; o ator transforma-se continuamente diante do público, joga com diferentes possibilidades de atuação, canta, dança, narra, confessa, brinca, opera o som. A iluminação incorpora luzes de ribalta, camarim e várias pequenas lâmpadas coloridas, compondo esse picadeiro que reúne presença e memória, tradição e contemporaneidade, arte e vida.

Inspirando-se na estrutura polifônica do espetáculo circense, a dramaturgia combina o universal com o pessoal, através de referências do circo com memórias e experiências do ator. A montagem, com financiamento FUMPROARTE (Prefeitura Municipal de Porto Alegre), foi indicada em todas as categorias do Prêmio Açorianos 2011, sendo contemplado nas categorias Melhor Direção e Figurino.

O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só, da Cia Rústica

O espetáculo propõe a celebração da potência vital e social que o teatro nos oferece, enriquecida pela referência do universo dos pequenos circos de interior. Em meio a tantos efeitos e luzes fluorescentes, o fantástico pode nascer especialmente do simples, do próximo, do lúdico, da memória de coisas que parecem quase já não existir…

Desde o início do século XX, o modelo do circo – fragmentado, híbrido, popular e polifônico – interessa e fascina a todas as artes, as quais recebe e serve sem preconceito.

O próprio circo é um gênero espetacular plural. Abertura, diversidade e multiplicidade – não é esse o modelo celebrado pela arte atual? Nada mais velho e mais novo que o circo. Longe das bilheterias milionárias e recursos sofisticados dos grandes circuitos mundiais, a tradição do circo sobrevive através de pequenas trupes que transitam pelo interior do Brasil. À margem dos grandes centros e da soberania dos meios de comunicação de massa, integrando várias expressões da arte popular, os pequenos circos articulam interstícios sociais diferenciados, espaços de convivência, socialização e encontro onde o real e o sonho dançam no picadeiro, onde o riso, o medo e o fantástico se alteram em um movimento de ruptura efêmera do cotidiano. O circo errante pelos cantos das cidades, o combate contra a gravidade que diz que toda arte lança um desafio. Saltimbancos e palhaços, seu destino escreve a beleza e a precariedade da aventura criadora, a ironia da existência sob seu nariz…

O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só estreou em outubro de 2011, na Sala Álvaro Moreyra em Porto Alegre, com financiamento do Fundo Municipal de Apoio a Cultura (Fumproarte). Em 2012, participou do Circuito Arte SESC no interior do Rio Grande do Sul, do Festival do Teatro Brasileiro – Cena Gaúcha em Goiânia, Gama, Ceilândia, Taguatinga e Brasília, Mostra Cia Rústica, realizando apresentações no Teatro de Câmara, em Porto Alegre, Projeto Dulcina Abraça o Sul, realizando temporada no Teatro Dulcina, Rio de Janeiro, da Abertura da II Mostra de Teatro de Bento Gonçalves, Festival Internacional Porto Alegre em Cena, Mostra Zezito de Circo em Brasília/DF, Abertura da Mostra Cena Breve em Curitiba e Encontro Internacional de Palhaços da Cia. Anônimos.

Em 2013, realizou apresentações em 16 estados brasileiros, dentro do projeto Palco Giratório, do Sesc Nacional. Além do significativo circuito, foi o espetáculo de inauguração do Teatro Municipal de Uruguaiana e participou do Festival de Artes Cênicas do Ceará, em Fortaleza.

Em 2014 participou da Mostra de Repertorio da Cia Rústica em Residência Artística no Festival Palco Giratorio do Sesc RS, da Mostra de Monólogos em Caxias do Sul, e da abertura da Mostra de Teatro Contemporâneo de Maringá.

Em 2015, foi contemplado no edital nacional da Caixa Cultural, realizando apresentações no Teatro da Caixa de Curitiba.

O espetáculo é cômico e lírico, engraçado mas reflexivo, um dos grandes momentos de nossa cena teatral [de Porto Alegre]. Antônio Hohlfeldt, crítico do Jornal do Comércio (RS)

FICHA TÉCNICA

Elenco: Heinz Limaverde
Direção: Patrícia Fagundes
Dramaturgia: Heinz Limaverde e Patricia Fagundes
Produção executiva: Rochele Beatriz
Cenário: Juliano Rossi
Adereços, pintura de cenografia e programação visual: Paloma Hernandez
Iluminação: Lucca Simas
Operação de Luz: Fernando Pecoits
Figurinos: Daniel Lion
Trilha Sonora e Preparação Vocal: Simone Rasslan

Preparação Corporal: Cibele Sastre
Fotos de divulgação e cena: Leon Federico Kiran e Fernanda Chemale
Realização: Cia Rústica e Guria Q Produz
Assessoria de Imprensa: Canal Aberto
http://ciarustica.com/quem-somos/

O FANTÁSTICO CIRCO TEATRO DE UM HOMEM SÓ

Estreia 07 de maio de 2015 às 21h

Temporada: 07 de maio a 25 de junho de 2015, quintas às 21h.

Espaço Parlapatões – Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação, SP

Telefone: (11) 3258-4449

Duração: 70 min/ Classificação: 14 anos

Ingressos: R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 meia

Sobre ArteView

Avatar

Veja Também

Dirigido por Herbert Bianchi, Projeto Revide explora o teatro documentário para revelar cenário da violência no Brasil

Fruto de uma pesquisa iniciada na oficina de verbatim – técnica de teatro documentário que …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.