Notícias de Última Hora
Home / Shows / Larissa Luz, intérprete de Elza Soares no teatro, lança disco Trovão na Casa Natura Musical

Larissa Luz, intérprete de Elza Soares no teatro, lança disco Trovão na Casa Natura Musical

A artista Larissa Luz apresenta show do seu novo disco, Trovão (Natura Musical), dia 13 de junho, quinta-feira, 21h30, na Casa Natura Musical. Com produção de Rafa Dias, o terceiro trabalho solo da cantora conta com 13 canções inéditas. A brasiliense Elen Oléria e uma turma boa da Bahia com Lazzo Matumbi, Luedji Luna, Letieres Leite e o alabê Gabi Guedes participam do projeto. Trovão está disponível desde o dia 17 de maio em todas as plataformas digitais – o disco tem patrocínio da Natura Musical e distribuição da Altafonte.

“Esse disco nasceu da necessidade de trazer para nosso cotidiano de forma simples e contemporânea traços da nossa conexão ancestral com os ritos e práticas das religiões de matriz africana. Tem uma abordagem sob uma perspectiva atual, urbana, crítica, divertida, não tão óbvia, não tão direta e com muito respeito, numa releitura tecnológica de ritmos tribais para tirar o público do lugar de conforto e provocar uma percepção interna da nossa ancestralidade”, explica a cantora baiana, que brilhou como Elza Soares no musical Elza, que retoma temporada em São Paulo no dia 20 de junho, uma semana após o show de lançamento do disco.

O primeiro single do CD é Gira – composta por ela em parceria com Bia Ferreira e Doralyce – com direito a clipe conceitual dirigido por Heitor Dhalia, que assim como a canção, faz uma abordagem moderna e pop da magia original africana. Em 2019, como reforça a artista, Mãe Stella de Oxóssi e Makota Valdina, duas importantes ialorixás na luta contra o racismo religioso, seguiram para o Orun. Além disso, uma lei que descriminaliza o sacrifício de animais em ritos religioso gerou uma série de polêmicas que evidenciam a falta de conhecimento da sociedade sobre a cultura afro-brasileira.

“Em tempos difíceis senti a relevância de evocarmos a nossa fé e fazer dela instrumento de sobrevivência e resistência. Produzir uma música impulsionadora, energizante e eletrizante, que sugere a dança, que é elemento de transe e uma via para alcançarmos lugares elevados espiritualmente. Xirê! Os ritos africanos são grandes celebrações e assim é Trovão” define Larissa.

O projeto foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2017 e do Estado da Bahia, através do programa Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda. “O Natura Musical sempre acreditou na força da música para mobilizar as pessoas. Para refletir esse propósito e dar espaço à diferentes vozes, a plataforma apoia artistas e bandas capazes de amplificar debates contemporâneos. Além de entreter, eles também usam a arte como um meio de questionamento e transformação. É o caso de Larissa Luz nesse novo trabalho”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura.

Mais sobre o álbum

“Sou de Iansã com Ogum e ideias do mal eu derrubo e corto com a minha espada”, proclama Larissa Luz cheia de axé em Aceita,  canção de abertura que já determina a força que esse Trovão tem. Em seguida, ela deságua em Lama, a segunda do disco e a coerência da ordem faz com que Nanã – a orixá que veio da lama e ajudou a modelar o ser humano – venha como terceira faixa.

O ritual baile continua com Macumba, que tem os atabaques do alabê Gabi Guedes se misturando à modernidade eletrônica, uma assinatura característica de Rafa Dias, líder do grupo Àttooxxá que, além de produzir, ajudou Larissa na criação de melodias e letras. “Passei para ele o conceito sobre o universo e abordagem do disco, ele foi construindo os beats, fomos colocando letras e vozes”, lembra Larissa. Para a produção Rafa trouxe o guitarrista Chibatinha para todas as faixas.

Gira (faixa cinco) continua com Larissa batendo forte nos pensamentos retrógrados e une essa força com Luedji Luna em Climão num encontro que reluz como o ouro de Oxum. “Me jogo no rio e deixo ele me levar…”, diz um trecho.

A gargalhada de Larissa já entrega a dona da faixa Abala antes mesmo da saudação: Laroyê! “Aos poucos fui entendendo por que demonizavam a figura de Exú e a Pomba Gira era repelida. Fui me dando conta do quanto o racismo afetava a nossa fé e religiosidade”, se lembra ressaltando a importância de cantar livremente para tais entidades.

Em Raxteira, Larissa, de corpo fechado, encara qualquer e continua com  Rito, instrumental de Rafa Dias com o maestro Letieres Leite. Lazzo Matumbi, uma das vozes mais bonitas da Bahia ecoa em Corpo são, mente sã, décima faixa.  O disco vai começando a tomar seu rumo final cheio de amor próprio em Me amei. E, como se não bastasse todo o impacto causado até então, Larissa Luz ainda traz a canção Hipnose antes de ter a potência de Elen Oléria finalizando com ela o álbum em Acreditar. Sob a benção da sua ancestralidade, a potente Larissa Luz faz valer os dizeres desta faixa. “Acreditar em tudo que faz, confiar na escolha que fez”.

Ouça Trovão em todas as plataformas digitais:

Assista ao videoclipe Gira:

Faixas e compositores:

Abala (Larissa Luz, Flávia Coelho e Rafa Dias)

Lama (Larissa Luz e Rafa Dias)

Nanã (Larissa Luz, Flavia Coelho e Rafa Dias)

Macumba com Gabi Guedes (Larissa Luz, Flavia Coelho e Rafa Dias)

Gira (Larissa Luz, Bia Ferreira, Doralyce e Rafa Dias)

Climão – participação Luedji Luna (Larissa Luz e Rafa Dias)

Abala (Larissa Luz e Rafa Dias)

Raxteira (Larissa Luz e Rafa Dias)

Rito com Letieres Leite (Larissa Luz e Rafa Dias)

Corpo são, mente sã com Lazzo (Larissa Luz e Rafa Dias)

Me amei (Larissa Luz e Rafa Dias)

Hipnose (Larissa Luz, Flavia Coelho e Rafa Dias)

Acreditar com Elen Oléria (Larissa Luz, Elen Oléria e Rafa Dias

Larissa Luz – Trovão

Dia 13 de junho – Quinta-feira, 21h30. Abertura da casa: 20h

Ingressos: Pista Lote 1 – R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Pista Lote 2 – R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Pista Lote 3 – R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia). Pista Lote 4 – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Bistrô Mezanino – R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia). Camarote – R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia).

Classificação: 16 anos.

Duração: 90 minutos.

Capacidade: 710 lugares.

CASA NATURA MUSICAL
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo, tel: (011) 3031-4143
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Ingressos podem ser pagos com dinheiro, cartões de crédito e débito
Horário da bilheteria: de terça a sábado, das 12h às 20h. Segundas e domingos, quando houver show. Em dias de espetáculo, a bilheteria fecha mais tarde, até uma hora após o início da apresentação.
Venda de ingressos: www.casanaturamusical.com.br
Venda para pessoas com deficiência: 4003-6860

Sobre ArteView

Avatar

Veja Também

Léo Santana grava DVD histórico em São Paulo

A noite de ontem, 15, ficará para sempre marcada para Léo Santana. O cantor baiano …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.