Notícias de Última Hora
Home / São Paulo / Gaby Amarantos e Uaná System na Casa Natura Musical

Gaby Amarantos e Uaná System na Casa Natura Musical

No sábado, 16 de março, às 23h, na Casa Natura Musical, a cantora Gaby Amarantos e o duo audiovisual Uaná System apresentam show juntos, em que inauguram nova fase, combinando ritmos e tradições do Pará com novos elementos artísticos, em um espetáculo cheio de experimentações, promovido pela festa Je Treme Mon Amour.

A parceria abre alas para o Uaná System, dupla que harmoniza timbres paraenses com gêneros do mundo inteiro, formada por Waldo Squash, uma das maiores referências em produção de músicas de aparelhagem, e Luan Rodrigues, artista que experimenta elementos visuais e cores da região em um verdadeiro espetáculo sensorial.

A performance, que nasceu na SIM São Paulo 2018, coloca o público em um verdadeiro transe sinestésico. As produções musicais de Waldo (que fazem o corpo se mexer involuntariamente com agudos e subgraves que parecem vir de outro planeta), as viagens estéticas de Luan (que hipnotizam e levam para lugares inimagináveis) e a poderosíssima presença de palco e voz de Gaby Amarantos formam um mix psicodélico capaz de gerar uma verdadeira experiência dançante amazônid, onde ficar parado é impossível.

Nascida no bairro de Jurunas, na periferia de Belém, Gaby Amarantos é uma das responsáveis pelo surgimento e pela propagação do Tecnobrega. Além de cantora e compositora, a paraense é atualmente integrante do programa de TV Saia Justa, no GNT, e foi protagonista do filme Serial Kelly, que estreia em 2019. Para Gaby, o show com o Uaná System é importante porque representa uma evolução musical para ela e para o que se entende como música paraense. “Estamos em um momento de propor músicas com batidas características nossas de uma nova forma. É diferente de antes, mas ainda interage muito com o que é tradicional do Pará”, afirma.

O início da colaboração nos palcos representa o começo de uma nova fase da carreira de Gaby, que convidou a dupla audiovisual para trabalhar em material inédito a ser lançado em 2019, marcando uma nova fase da sua carreira. “O Uaná é um projeto incrível. O resultado entre a sonoridade que eles desenvolvem e a identidade visual que levam para as performances é algo com que eu me identifico muito. É um projeto muito especial que pode traduzir e levar a produção dos nossos Mestres, do Tecnobrega e do Carimbó para as periferias de todo o mundo”, observa. E falando em nova fase, a cantora já adianta que Atitude é a palavra da vez. “A atitude é uma característica muito forte nas mulheres do Norte. A gente vive nesse lugar que tem muito calor, as árvores são maiores, os rios são imensos, a floresta… a gente é estimulada por esse ecossistema. A nova fase tem muito disso, cantar essa mulher que é amazônida, que tem coragem de dizer quando ela tá afim de sexo, quando tá afim de um cara (e quando não tá afim também), essa mulher que fala, se expressa, essa mulher que tem coragem de dizer o que ela realmente sente. O mote da nova fase é esse: inspirar e trazer pra mulher brasileira a liberdade da mulher nortista”.

Ainda sobre o momento atual, Gaby revela que 2019 vai ser um ano de muitas novidades. “Em breve, eu lanço um projeto com bases feitas pelo Uaná System e um clipe duplo. É uma retomada com o audiovisual de Belém, que tá com uma galera nova, que é da periferia e tá muito antenada com o que tá rolando no mundo. Eu, com meus 40 anos, me sinto garota, capaz de propor uma nova estética, uma moda que é ribeirinha, que é nossa. Podem esperar que vem sonoridade e identidade nova por aí. Vai ser algo como um afropunk ribeirinho, um quilombo indígena do futuro, uma oca digital”, adianta.

O Uaná System é um duo audiovisual de Belém formado por Waldo Squash – importante DJ de música eletrônica do Brasil e referência mundial em produção de tecnobrega – e o artista visual Luan Rodrigues. A dupla usa referências visuais da Amazônia e experimenta misturas de música eletrônica e pop com ritmos regionais (como Carimbó, Siriá, Lundu e Guitarrada) para criar um espetáculo inovador.

Waldo, que é DJ da Gang do Eletro e já trabalhou com Gaby em vários outros momentos da sua carreira, conta que o Uaná System começou experimentando com o intuito de trazer um pouco do carimbó para a pista de música eletrônica. “Ouvimos muitas referências e tentamos fazer releituras que se enquadrem na nossa fórmula e funcionem na pista. São anos de testes que estão dando resultados muito legais, que estarão disponíveis em breve”, conta. O lançamento do primeiro disco oficial está marcado para o segundo semestre, vem globalizado e cheio de referências do interior do Pará, vindas de um estudo realizado pelo duo em várias cidades do Estado.

E se a conversa for sobre experimentar, Waldo pode falar por horas. “Eu não sou o tipo de produtor que pega carona nas coisas do momento. Gosto de propor, experimentar, mesclar, criar. É o que me move, é a minha missão na música”, comenta ele, que recorda com carinho de outros momentos marcados por atos de inovação. “O ‘Treme’ (disco que lançou a Gaby) foi pura experimentação. Apesar de ser vendido como tecnobrega, tinha carimbó, lambada e várias referências de coisas que tocam no Pará. A mistura era nova pro mercado naquela época e funcionou. Uma proposta que virou. Estamos vindo com Gaby esse ano com o mesmo gás pra lançar e participar dessa nova fase dela. É gratificante pra mim como profissional entrar em 2019 com essa energia no ar”.

Gaby Amarantos e Uaná System
Show especial promovido pela festa Je Treme Mon Amour
Quando: sábado, 16 de março, às 23h
Abertura da Casa: 21h30
Ingressos:
Meia-entrada para todos os lotes e setores.
Pista: R$ 40 (lote 1), R$ 50 (lote 2), R$ 60 (lote 3) e R$ 80 (lote4)
Bistrô Superior: R$ 120
Camarote: R$ 120
Lotação para este show: 710 lugares
Classificação etária: 12 anos (menor de 12 acompanhado pelos pais ou responsáveis)

Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo, tel: (011) 3031-4143
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Ingressos podem ser pagos com dinheiro, cartões de crédito e débito
Horário da bilheteria: de terça a sábado, das 12h às 20h. Segundas e domingos, quando houver show.
Em dias de espetáculo, a bilheteria fecha mais tarde, até uma hora após o início da apresentação.
Venda de ingressos: www.casanaturamusical.com.br

Sobre ArteView

Avatar

Veja Também

Ney Matogrosso faz show extra no Espaço das Américas

Ney Matogorsso é unanimidade por onde quer que passe. E, claro, que em São Paulo não poderia ser …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.