Home / São Paulo / Espetáculo Grande Sertão:Veredas volta a São Paulo no Sesc Pompeia
Grande Sertão Veredes - Mostra Oficial - Crédito: Annelize Tozetto

Espetáculo Grande Sertão:Veredas volta a São Paulo no Sesc Pompeia

Após um ano de apresentações em outras dez cidades, vista por mais de 30 mil pessoas, a peça Grande Sertão: Veredas volta a São Paulo. A aclamada montagem de Bia Lessa sobre a obra de Guimarães Rosa terá sessões no Sesc Pompeia, aos sábados, às 20h30, e domingos, às 18h30, de 24 de novembro de 2018 a 24 de fevereiro de 2019.

A nova temporada é uma oportunidade à população de todo o estado de São Paulo que não conseguiu ver a peça no Sesc Consolação em setembro e outubro de 2017, quando estreou e teve ingressos esgotados em todas as sessões.

Além do sucesso nos locais em que passou – Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Recife, Salvador, Brasília, Fortaleza, Manaus, Santos e Porto Alegre -, o grupo de Bia Lessa retorna com importantes prêmios na bagagem: melhor direção pelo APCA 2017; melhor direção e melhor ator (Caio Blat) no Prêmio Shell; melhor espetáculo de teatro no Prêmio Bravo! 2018; e melhor espetáculo independente e melhor arquitetura cênica no Prêmio Aplauso Brasil de Teatro.

Caio Blat, Luíza Lemmertz, Luísa Arraes, Leonardo Miggiorin, Balbino de Paula, Daniel Passi, Elias de Castro, Lucas Oranmian e Clara Lessa seguem no elenco afinado que passa quase três horas ininterruptas em cena. A novidade é José Maria Rodrigues, que substitui Leon Góes.

O espetáculo

Bia Lessa conhece profundamente o Sertão de Guimarães Rosa. Ela inseriu o público dentro da obra na inauguração do Museu da Língua Portuguesa (SP), em 2006. A exposição foi prestigiada por onde passou. Com a peça, ela convida a plateia a um mergulho na epopeia narrada pelo jagunço Riobaldo (Caio Blat), que atravessa o sertão para combater seu maior inimigo, Hermógenes (José Maria Rodrigues), fazer um pacto com o diabo e descobrir seu amor por Diadorim (Luíza Lemmertz).

Tratam-se de uma instalação, visitada e experimentada pelo público diariamente no Sesc Pompeia, e o espetáculo, encenado em uma grande gaiola de andaimes idealizada por Camila Toledo, com colaboração de Paulo Mendes da Rocha. São 2 horas e 40 minutos de encenação dentro dessa estrutura, com o elenco em cena permanente, em que o público experimenta a dissolução das fronteiras entre início e fim do espetáculo; entre teatro, cinema e artes plásticas; entre literatura e encenação.

Cada espectador usará fones de ouvido que permitirão escutar separadamente a trilha sonora concebida por Egberto Gismonti, as vozes dos atores, os efeitos sonoros e sons ambientes, levando-o a um nível inédito de interação com a dimensão sonora do espetáculo. Apesar de todos compartilharem o espaço na plateia, cada um terá uma experiência única durante a apresentação.

Exposta à visitação diariamente, a instalação contém 250 bonecos de feltro com tamanho humano, criados pelo aderecista Fernando Mello da Costa e confeccionados com apoio do Instituto-E | Om Art. Eles compõem uma imagem permanente: a cena da morte de Diadorim como um presépio, passível da participação do público não só como espectador, mas também como agente da ação, ocupando o lugar da personagem.

Workshop

Como transpor ao palco uma leitura da maior obra literária brasileira do século XX Mais que uma pergunta, esta foi a missão da diretora teatral Bia Lessa ao decidir mergulhar nos universos contidos em Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, e as inúmeras possibilidades de análise do romance. A resposta é fruto de um processo que durou quatro meses de trabalho diário com o elenco antes da estreia, em setembro de 2017, em São Paulo.

Bia, o elenco e a equipe técnica vão contar detalhes do processo de criação da montagem no workshop Travessia Completa, em 30 de novembro, às 20h30, no Sesc Pompeia. Mais informações sobre esta atividade em: http://www.sescsp.org.br/programacao/171428_TRAVESSIA+COMPLETA

Apoio

A segunda temporada paulistana de Grande Sertão: Veredas é uma realização SESC, 2+2 Comunicações e 2+3 Produções Artísticas, que conta com patrocínio do UOL.

O espetáculo tem ainda o apoio institucional do Banco do Brasil, Globosat, BMA Advogados, Instituto E | Om Art, Layher, Approach e GBR.

FICHA TÉCNICA

Concepção, Direção Geral, Adaptação e Desenho de Luz – Bia Lessa

Elenco – Balbino de Paula, Caio Blat, Daniel Passi, Elias de Castro, José Maria Rodrigues, Leonardo Miggiorin, Lucas Oranmian, Luisa Arraes, Luiza Lemmertz, Clara Lessa

Concepção Espacial – Camila Toledo, com colaboração de Paulo Mendes da Rocha

Música – Egberto Gismonti

Colaboração – Dany Roland

Desenho de Som – Fernando Henna e Daniel Turini

Adereços – Fernando Mello Da Costa

Figurino – Sylvie Leblanc

Desenho de Luz – Binho Schaefer

Projeto de Audio – Marcio Pilot

Diretor Assistente: Bruno Siniscalchi

Assistente de Direção: Amália Lima

Direção Executiva: Maria Duarte

Produtor Executivo: Arlindo Hartz

Colaboração – Flora Sussekind, Marília Rothier, Silviano Santiago, Ana Luiza Martins Costa, Roberto Machado

Idealização: 2+3 Produções Artísticas Ltda

Realização: Sesc, Ministério da Cultura, Lei de Incentivo à Cultura.

Patrocínio Master: Banco do Brasil

Patrocínio: Globosat.

Apoio: Instituto-E | Om Art

Agradecimento especial à viúva do Autor, a quem a obra foi dedicada, Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa, à Nonada Cultural e a Tess Advogados.

© Nonada Cultural Ltda.

 

GRANDE SERTÃO: VEREDAS

De 24 de novembro de 2018 a 24 de fevereiro de 2019

Local: Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93, Água Branca

Espetáculo

Estreia: 24 de novembro de 2018 (sábado), às 20h30

Horários: Sábados, às 20h30, e domingos e feriado (25/01/19), às 18h30

Duração: 160 minutos

Ingressos: R$40,00. R$20,00 (meia-entrada: estudante, servidor de escola pública, +60 anos, aposentado e pessoa com deficiência). R$12,00 (credencial plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). Ingressos à venda pelo Portal sescsp.org.br a partir das 12h de 13/11 e nas bilheterias do Sesc São Paulo a partir das 17h30 do dia 14/11.

Capacidade: 350 espectadores

Classificação: 18 anos

Instalação

Visitação livre: a partir de 24 de novembro de 2018

Horários: de terça a sexta, das 11h às 21h. Sábados, das 11h às 19h. Domingos e feriado (25/01/19), das 11h às 16h.

Classificação: livre

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

Sobre ArteView

Veja Também

O Som e a Sílaba estreia nova e curta temporada em São Paulo, no Teatro Opus

Um dos musicais nacionais mais celebrados e premiados estreia nova e curta temporada na capital …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.