Notícias de Última Hora
Home / Teatro / Cia. das Artes apresenta Bar d’Hotel

Cia. das Artes apresenta Bar d’Hotel

5414

Resgatando o clima dos anos 50, conhecido como a “era de ouro do rádio”, na cidade de São Paulo, o velho bar do Hotel Cambridge,no centro de São Paulo é mote para a comédia musical Bar D’Hotel, nova montagem da Cia das Artes, que estreia dia 9 de maio, sexta-feira, às 20 horas, no Bar D’Hotel Cambridge. Com texto de Ricardo Leitte e direção de Jair Aguiar, o elenco é formado por Sergio Carrera, Wilma de Souza, Antônio Netto e Cibele Troyano, além de música executada ao vivo com um piano.

Inaugurado em 1951 com projeto do arquiteto de Francisco Bak, o Hotel Cambridge tornou-se um dos pontos mais chiques da cidade. No bar do local, passaram personalidades, como Dick Farney, Johnny Alf, Zé Ketti, Claudete Soares, Alcione, além de Nat King Colle, um dos maiores nomes do jazz americano.

Uma réplica do famoso bar reproduz a atmosfera das noites paulistanas com ingredientes regados de música, humor, dramas e tragédias. A história remete à época em que o velho centro da capital paulista ainda era o principal ponto de encontro da nata da sociedade. Os atores trazem à tona o cotidiano de um bar, o desenrolar de um passado e o nascimento de novas tramas costurados pela música brasileira por meio de personagens como o boêmio, o garçom, a cantora e a amante.

No roteiro musical, canções como O Mundo é um Moinho e As Rosas não falam, de Cartola; Besame Mutcho, de Consuelo Velazquez; Benzinho e Finalmente, de Ari Barroso; Luzes da Ribalta, de João de Barro, Charles Chaplin e Antônio Almeida; Nada Além, de Mário Lago e Custódio Mesquita; Vingança, de Lupicínio Rodrigues, além de sucessos de Noel Rosa, João Donato e Dalva de Oliveira.

“As composições foram escolhidas para dialogar diretamente com a dramaturgia. São letras que mostram o ambiente e as figuras características da vida noturna. Em determinados momentos, o texto e as canções se tornam um só na interpretação dos atores”, conta o diretor.

 O espetáculo teve sua primeira versão no início dos anos 2000, e trouxe uma importante contribuição para a região central da cidade, ao colaborar na valorização do local e ao redor. A atual montagem da Cia das Artes traz os mesmos personagens, porém mais velhos, amadurecidos e com novas histórias.

 “O musical coloca em cena, de forma bem humorada, histórias envolvendo traições, romances, discussões e dilemas. São personas do ambiente pitoresco que somente a noite proporciona. A concepção de direção tem um apanhado de inspirações que vem da literatura, do cinema noir, do cabaré, ou seja, de experiências artísticas que já estão incorporadas no nosso repertório”, enfatiza Jair.

Ao chegar ao local, a arquitetura natural coloca a plateia em cena, como se fosse o público frequentador do bar. Já na bilheteria, garçons recepcionam os convidados até a mesa numa relação intimista. Para recriar o ambiente da década de 1950, o diretor aproveita o clima de bar, um cenário natural, com a mobília do antigo Bar d’Hotel Cambridge, como mesas e cadeiras, espelhos e outros objetos de decoração.

A iluminação é do próprio local, manuseada pelos atores para ambientar os convidados e colocar o foco na cena. O figurino tem um conceito expressionista, meio nonsense, com várias linhas de corte que evidencia o conceito do personagem.

O motivo para escolher o Bar do Hotel Cambridge como o ponto de partida para essa nova montagem é a nostalgia. “Nossa primeira parceria foi um sucesso e ajudamos a revitalizar aquela área que estava degradada. Nossa temporada trouxe consequências sociais, além de culturais. Esse trabalho atual é uma homenagem ao antigo Hotel Cambridge, de uma época, além de clássicos da música brasileira”, finaliza o diretor Jair Aguiar.

Roteiro Musical:

1.     Bar da Noite (Haroldo Barbosa, Bidú Reis)

2.     Canção da Volta (Antônio Maria, Ismael Neto, João Donato)

3.     Cabaret  (Paulo César Pinheiro, Ivor Lancellotti)

4.     De cigarro em cigarro (Luís Bonfá)

5.     Luzes da ribalta (João de Barro, Charles Chaplin, Antônio Almeida)

6.     Madame Fulano de Tal (Ciro Monteiro, Dias da Cruz)

7.     Saia do caminho (Custódio Mesquita, Evaldo Ruy)

8.     Maria Escandalosa (Dalva de Oliveira)

9.     Besame Mutcho (Consuelo Velazquez)

10.  Neste mesmo lugar (Armando Cavalcanti, Klecius Caldas)

11.  Fiquei Sozinha (Noel Rosa, Adauto Costa)

12.  O mundo é um moinho (Cartola)

13.  Matriz ou Filial (Lúcio Ardim)

14.  Benzinho (Ari Barroso)

15.  Finalmente (Ari Barroso)

16.  Vingança (Lupicínio Rodrigues)

17.  As rosas não falam (Cartola)

18.  Champagne (Depsa, Iodice, Di Francia)

19.  Nada Além (Mário Lago, Custódio Mesquita)

FICHA TÉCNICA:

Texto: Ricardo Leitte.
Direção: Jair Aguiar.
Figurinista/Cenógrafo: Marcio Tadeu.
Iluminador: Will Damas.
Direção Musical/Preparação Vocal: Nana Danin.
Coreógrafa/Preparação Corporal: Adriana Gerizani.
Produção: Cia. das Artes. Colaboração: Leão Lobo.
Elenco: Antônio Netto, Cibele Troyano Sergio Carrera, Wilma de Souza.
Pianistas: Miro Silveira / Andrey Ivanov.

Bar D´Hotel – Estreia: 9 de maio, sexta-feira, às 20h no Bar D’Hotel Cambridge.
Rua João Adolfo, 118 – Centro (Próximo Metrô Anhangabaú). (11) 2639 3098.
Capacidade: 266 lugares.
Classificação etária: 12 anos.
*Estacionamento e ponto de táxi no local (Preço especial do estacionamento para púbico do teatro: R$ 18,00).
Temporada – Sextas, às 21h. Sábados, às 21h. Domingos, às 19h.
Duração: 70 minutos.
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia).
Bilheteria: Ingressos no local.

Sobre ArteView

Veja Também

Elias Andreato em ARAP no Centro Cultural Olido

O Espetáculo mostra a preparação do personagem e de como o artista usa o seu …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.