Home / Dança / Cia Balangandança traz debate e oficinas sobre dança contemporânea infantil

Cia Balangandança traz debate e oficinas sobre dança contemporânea infantil

A Balangandança Cia está com o projeto Gira Gira-Balangandança Em Movimento que tem como objetivo mostrar que dança contemporânea e o universo infantil estão mais do que conectados. Além das apresentações com o espetáculo Dança Em Jogo – Exercícios Cênicos no SESC Bom Retiro até 2 de novembro, o grupo organiza o II Fórinho – O Brincar, a Improvisação e a Dança no Itaú Cultural com debate (25/10) e oficinas (26 e 27/10) com a participação de especialistas na área e mediação de Geórgia Lengos, diretora da Balangandança. A meta é discutir e trocar experiências sobre temas relacionados ao movimento do corpo das crianças.

Com o debate e as oficinas, o projeto também tem objetivo de expandir o conhecimento no II Fórinho – O Brincar, a Improvisação e a Dança no Itaú Cultural. “Essa é uma oportunidade de refletir sobre essa linguagem, construir público, uma forma de gerar uma troca de experiências enriquecedoras”, diz Georgia Lengos.

A diretora enfatiza que a ação da Balangandança Cia é pioneira e fez com que se criasse um olhar para a dança contemporânea no universo infantil. O grupo já mostrou seu trabalho nos estados da Bahia, Pernambuco, Maranhão, Goiás, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além de países como Chile, Portugal e Finlândia. Para registrar as atividades foi criado um blog dancaemjogo.wordpress.com. Nele também são encontradas mais informações sobre as atividades cênicas do grupo e funciona como uma extensão do projeto ao propor reflexões e ações do Gira Gira.

A iniciativa também tem a intenção de atingir os adultos como pais, educadores e outros artistas. “Eles são importantes para a formação das crianças e podem conhecer um novo viés sobre a dança contemporânea”, finaliza Georgia.

Programação debates e oficinas

II Fórinho – O Brincar, a Improvisação e a Dança no Itaú Cultural
DEBATE – Com Renata Meirelles, Helena Katz e Lenira Rengel. Mediação Georgia Lengos.
Dia 25 de outubro, terça-feira, das 19hs às 22hs com mediação de Georgia Lengos

O Brincar: Renata Meirelles
Nesse encontro irá apresentar seu olhar para o brincar de crianças das mais diversas regiões brasileiras, em um encontro de semelhanças presentes na diversidade cultural. Renata Meirelles é educadora, autora do livro. Giramundo e outros brinquedos e brincadeiras dos meninos do Brasil, vencedor do Prêmio Jabuti, diretora de filmes sobre a criança brasileira.

Improvisação: Helena Katz
O que acontece no corpo quando ele improvisa? A proposta é pensar sobre as ignições que fazem o corpo misturar o que ele já conhece com o que ainda não conhece articulando duas situações:
1ª) trabalhando a partir da formação de hábitos;
2ª) propondo a dança como o pensamento do corpo. Helena Katz é professora no Curso Comunicação das Artes do Corpo e no Programa em Comunicação e Semiótica da PUC/SP e crítica de dança do jornal O Estado de S. Paulo.

Dança para Crianças: Lenira Rengel
Propor uma dança para as crianças e que os adultos sejam capazes de entendê-las, o que fazem/pensam/sentem, a partir de seus próprios pontos de vista. Lenira Rengel é Especialista na Arte de Movimento de Rudolf Laban. Professora da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia. Doutora em Comunicação e Semiótica, PUC/SP, Mestre em Artes/Dança, UNICAMP, Bacharel em Direção Teatral, ECA/USP.

TRIÂNGULO DE OFICINAS
Dia 26 de outubro, quarta-feira, das 14hs às 17hs

Dança em jogo: processos criativos – Coordenação: Georgia Lengos
Aborda o processo criativo do espetáculo de improvisação Dança em Jogo – exercícios cênicos em que foram desenvolvidas diversas estratégias e jogos corporais a partir da conexão corpo interno /espaço, do corpo como brinquedo e da brincadeira como dança, da relação palavra/imagem/movimento, das associações livres e de memórias pessoais. Georgia Lengos é graduada em Dança pela UNICAMP. Desenvolve trabalhos com Dança e Educação desde 1991. Criou e dirige a Balangandança Cia. Integra a Cia Oito Nova Dança como criadora- intérprete e é professora de Dança do Ensino Fundamental do Colégio Oswald de Andrade.

Dia 27 de outubro, quinta-feira, das 9h30 às12h30
Corpo – percepção e sensibilidade – Coordenação: Anderson Gouvêa
Pensando que o corpo da criança é permeável e sensível, esta oficina propõe uma vivência dos participantes baseada no primeiro estágio do desenvolvimento humano. Por meio dos sentidos e da percepção desenvolver aconsciência motora e a possibilidade de transformá-la em expressão. Anderson Gouvêa é bailarino, performer e arte-educador, graduado pela Universidade Anhembi Morumbi, atua na Balangandança Cia. desde 2004. Trabalhou em diversas companhias desenvolvendo projetos nacionais e internacionais em parceria com diferentes artistas.

Dia 27 de outubro, quinta-feira, das 14hs às 17hs
Brincadeira vira dança – Coordenação: Dafne Michellepis e Alexandre Medeiros
Nesta vivência teórica-prática, o adulto é convidado a refletir corporalmente a importância do movimento e do brincar na formação da criança. O corpo é visto integralmente e imerso em uma relação de trocas constantes consigo e com o ambiente. Dafne Michellepis é formada em Artes Corporais pela Unicamp. Integra a Balangandança Cia. desde a sua formação. Professora de dança no Atelier e Fundamental 1 da Escola Viva – SP. Coreografa para eventos e campanhas publicitárias. Alexandre Medeiros é Mestre em Comunicação e Semiótica e bacharel com habilitação em teatro e dança pelo curso Comunicação das Artes do Corpo, PUC/SP. Integra a Balangandança Cia. e atua também com as linguagens artísticas de palhaço e teatro de animação. É Artista Educador no Programa de Iniciação Artística (PIÁ) da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Itaú Cultural – Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Tel. 11 2168 -1876
Estacionamento com manobrista: R$ 8,00 meia hora, R$ 10,00 a primeira hora, R$ 5,00 a segunda hora, e R$ 4,00 por hora adicional.
Carros utilitários: R$ 10,00 a primeira hora, R$ 4,00 a segunda, e R$ 3,00 por hora adicional.
Estacionamento gratuito para bicicletas.

Sobre Luiz Henrique Leão

Avatar

Veja Também

Ivete Sangalo se torna anfitriã do Airbnb para receber fãs no Carnaval de Salvador

Símbolo do Carnaval de Salvador, Ivete Sangalo vai se tornar anfitriã do Airbnb para oferecer …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.