Notícias de Última Hora
Home / Música / ‘Cartas de Amor, Electropoprockoperamusical’, reestreia hoje para curta temporada no CCBB

‘Cartas de Amor, Electropoprockoperamusical’, reestreia hoje para curta temporada no CCBB

Unindo diferentes formas de arte como música, vídeo, teatro, dança, instalação e performances, a peça se debruça sobre os sentimentos e expectativas dos relacionamentos, nas experiências afetivas de desencontros e reencontros de homens e mulheres na busca de estados transcendentes do amor, criando um espaço cênico de múltiplas imagens.

As 14 narrativas musicais, de composições inéditas, interpretadas por Dedina Bernardelli, Fernando Alves Pinto e Flavio Graff, são o fio condutor do espetáculo que já teve duas temporadas de sucesso de público e crítica: no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília e no Espaço SESC Copacabana, ambas em 2010.

Responsável pela idealização de todo o projeto, Flavio Graff conta que tudo começou em 2003. “Foi um processo longo de pensar a relação cênica entre música, artes visuais, o cinema e o vídeo clipe. Eu e Felipe Storino, que assina as composições musicais originais do espetáculo, fizemos um percurso de criação aberto chamado “Site Specific for Love” apresentado em festivais e eventos, como a Quadrienal de Praga de 2007, com a intenção de desenvolver e aprofundar o conceito do trabalho. Mas foi só quando saiu o patrocínio do Banco do Brasil que o espetáculo tomou a forma atual”, comemora ele.

O roteiro e as letras das músicas foram criados a partir de histórias encontradas em cartas de amigos, arquivos dos atores, feiras de antiguidades, poemas e referências pessoais de Graff. Os vídeos são de Rodrigo Ponichi e Luan Baptista e as coreografias de Márcia Rubin, que também atua como vídeo performer. Em vídeo estão ainda Solange Badim, Adriano Garib e Otto Jr., entre outros.

Cartas de Amor – ELECTROPOPROCKOPERAMUSICAL leva diferentes expressões estéticas ao espectador, e por ser um trabalho multifacetado, com narrativas desamarradas, permite também diversas percepções. As músicas – rock, POP e MPB – permeiam as relações entre os três intérpretes, que cantam, tocam instrumentos e interagem. Os vídeos – projetados em quatro telas e exibidos em dois monitores de TV – envolvem as múltiplas áreas de ação cênica e dialogam com as canções e interpretações.

CARTAS DE AMOR – ELECTROPOPROCKOPERAMUSICAL

Centro Cultural Banco do Brasil (65 lugares) – Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
Informações: (11) 3113-3651
www.bb.com.br/cultura / www.twitter.com/ccbb_sp / www.facebook.com/ccbbsp
Bilheteria: de terça a domingo das 9h às 21h.
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física // Ar-condicionado // Café Cafezal
Estacionamento conveniado: Estapar – Rua da Consolação, 228 – Edifício Zarvos
(R$ 15 por 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB). Infos: (11) 3256-8935
Transporte gratuito (Van) até as proximidades do CCBB. Embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 (Ed. Zarvos) e na rua XV de novembro, esq. com a rua da Quitanda.

Quartas e Quintas, às 19h e 21h
Ingressos: R$ 6
Duração: 75 minutos
Recomendação: 14 anos
Reestreia dia 11 de janeiro de 2012
Curta Temporada: até 02 de fevereiro

Ficha Técnica:
Intérpretes:Dedina Bernardelli, Felipe Storino, Fernando Alves Pinto e Flavio Graff
Roteiro, letras e direção: Flavio Graff
Co-direção: Emilio de Mello
Direção musical e música original: Felipe Storino
Coreografias, direção de movimento: Marcia Rubin
Direção de arte e cenografia: Ronald Teixeira e Flavio Graff
Vídeoarte: Rodrigo Ponichi e Luan Baptista – Plano Geral
Produção de vídeo: July Ferré
Figurinos: Ronald Teixeira
Iluminação: Renato Machado
Projeto gráfico: Ruth Freihof / Passaredo Design Christiane Krämer
Preparação vocal: Marcelo Nogueira
Filme Rose Hanie – a partir da obra de Kahlil Gibran – Intérpretes – Adriano Garib e Otto Jr.
Fotografia: Filme Rose Hanie: Daniel Neves e Rodrigo Ponichi
Vídeo – performers:Procurando por mim e Pequenos instantes – Solange Badim; Casa Vazia – Adriana Seiffert, Alessandra de Oliveira, Amanda Ribeiro, America Cupello, Lia Sarno, Liza Machado e Regina Rangel;Em Neshat como rose hanie – a partir da obra de Kahlil Gibran – em neshat – Marcia Rubin
Fotos: Rodrigo Ponichi, Guga Melgar, Dedina Bernardelli e Flavio Graff
Produção: Carlos Grum e Fernando do Val
Produção Local SP: Roberta Koyama
Direção de produção: Flavio Graff
Realização: Pow Produções e Eventos; A&G Produções Artísticas

Sobre ArteView

Avatar

Veja Também

Malía lança seu primeiro álbum, “Escuta”

O Rio de Janeiro como capital pop brasileira sempre foi definido por suas mulheres. Das …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.