Notícias de Última Hora
Home / Teatro / A Valsa de Lili estreia dia 15 de agosto no Sesc Ipiranga
© Joao Caldas Fº

A Valsa de Lili estreia dia 15 de agosto no Sesc Ipiranga

Débora Duboc e Débora Dubois se unem para contar a história de Lili, que viaja o mundo sem mexer mais que a cabeça. Novo texto de Aimar Labaki, o solo A Valsa de Lili, inspirado em Pulmão de Aço de Eliana Zagui promove o encontro do público com uma personagem única – fisicamente paralisada, intelectual e emocionalmente livre.

O espetáculo estreia no dia 15 de agosto no auditório do Sesc Ipiranga e segue em cartaz até 1º de setembro.

Livremente inspirado no livro autobiográfico “Pulmão de Aço” (Ed. Belaletra, 2012), de Eliana Zagui, o espetáculo conta a história de Lili, uma mulher igual a qualquer outra, exceto pelo fato de conseguir movimentar apenas os músculos do pescoço e da cabeça graças à poliomielite que teve antes mesmo de completar dois anos de idade. 

A peça conta uma história delicada e emocionante e mostra, sem tom de lamento ou ressentimento, como Eliana e Lili aprenderam a viver de acordo com a máxima sartriana “Vida é o que você faz com o que fizeram com você”.

Os questionamentos, medos e verdades levantados no livro são comuns a qualquer outra pessoa, com ou sem deficiências: a necessidade de amar e ser amada, a relação com a morte, o que fazer da vida, como conseguir o sustento com o trabalho etc. A diferença é que Eliana precisou lidar com um limite físico que muitas pessoas julgariam insuportável. Ela descobre, então, que o afeto e o humor são saídas para uma vida sadia e produtiva.

SINOPSE

Eliana Zagui e Lili são mulheres comuns e têm questões iguais às de qualquer outro ser humano: a necessidade de amar e ser amada, a relação com a Morte, o que fazer com a própria vida, como conseguir o próprio sustento com seu trabalho etc. A única coisa que as distingue das demais pessoas é que ambas só mexem os músculos do pescoço e da cabeça, apesar de terem total sensibilidade em todo o corpo. Elas tiveram pólio quando completaram um ano e nove meses de idade. Lili é uma personagem escrita por Aimar Labaki, inspirado no livro autobiográfico “Pulmão de Aço”, de Eliana Zagui (Ed. Belaletra, 2012).

FICHA TÉCNICA

Texto: Aimar Labaki
Com: Débora Duboc

Direção: Débora Dubois
Cenário e figurinos: Márcio Vinicius 

Iluminação: Aline Santini
Fotografia: João Caldas Fº

Assessoria de imprensa: Pombo Correio

Produção Executiva: Fabrício Síndice

Direção de Produção: Edinho Rodrigues (Brancalyone Produções) 

Inspirada no Livro “Pulmão de Aço” de Eliana Zagui

A Valsa de Lili, de Aimar Labaki, direção de Débora Dubois, com Débora Duboc

Sesc Ipiranga – Auditório – Rua Bom Pastor, 822, Ipiranga

Temporada: de 15 de agosto a 1º de Setembro

Às quintas e sextas às 21h30, aos sábados 19h30 e aos domingos, às 18h30.

Ingressos: R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência); R$ 6,00 (credencial Sesc)

Duração: 60 minutos

Capacidade: 30 lugares

Sesc Ipiranga 

R. Bom Pastor, 822 – Ipiranga, São Paulo |Tel: (11) 3340-2000

Sobre ArteView

Avatar

Veja Também

BOLHAS, de Haroldo França, discute relação entre pastora evangélica e seu filho homossexual

“A peça fala sobre polarização. Vivemos em um tempo em que os ânimos estão muito …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.